Julia Aparecida dos Santos Viana Barboza de 30 anos que foi assassinada na frente das filhas, tarde de ontem (3) em Apucarana é velada em Sarandi, onde vive os familiares.

Ela é velada na Capela Municipal e o sepultamento será realizado às 15h desta sexta-feira (4) no Cemitério Municipal de Sarandi. 

Julia foi assassinada com um tiro no rosto na frente das filhas, na casa onde vivia na Rua Verandy Vieira de Souza Leite, no residencial Solo Sagrado. 

O companheiro dela, Adeilton Carneiro, foi preso após o crime. Ele tentou fugir, mas a Polícia Militar (PM) em uma ação rápida prendeu o autor do feminicídio. 

A delegada da mulher Sandra Nepomuceno informou que a vítima já tinha sido agredida outras vezes. “O último boletim de ocorrência que ela registrou contra ele foi em fevereiro. Ele foi preso, estava com uma tornozeleira eletrônica e o inquérito foi concluído e entregue ao Ministério Público indiciando o agressor. A vítima tinha boletins na delegacia mas a vítima costumava pedir a retirada dos procedimentos pois sempre reatava com o agressor,” explicou a delegada. 

A vítima tinha cinco filhas, duas da relação com o autor do crime.