Temos que estar atentos e preparados aos movimentos que ora se cercam porque seremos vítimas diárias de mentiras, as mais diversas possíveis.

Pessoas querendo enganar o cidadão, já desesperançado, é o mais óbvio que veremos ainda mais nos próximos meses.

A questão é: Queremos ser enganados? Estamos prontos para perdermos nossos sonhos? Queremos deixar nossas vidas serem governadas por quem MENTE, a ponto de ser esta pessoa ser reconhecida como MITÔMANO (mentiroso compulsivo) que, além de ferir os primários valores, pode causar danos à sociedade que jamais cicatrizem?

Bem! Podem estar cientes que à exemplo do que muitos hoje pregam, mais do que isso, é nosso dever estarmos atentos aos falsos profetas (ou falsas ovelhas – na verdade lobos).

Informações Privilegiadas – Parte 2 – Denuncias chegam primeiro ao suposto acusado!

Coincidência ou não essa semana fui inquirido por um amigo que eu tinha feito uma denúncia anônima contra o ALCAIDE, a um ex-prefeito e outros envolvidos.

Como não sei do assunto, agora me interessei. Por várias razões! Dentre elas por me acusarem indevidamente de eu ter feito uma denúncia anônima. Ora, no meu currículo de cidadão e de advogado não costumo fazer as coisas apócrifas (sem assinatura). Aliás, pago um preço caro por isso. Mas prefiro a ação à omissão covarde!

Por outro lado, o que me chamou e chama a atenção foi como essas pessoas tiveram acesso à dita denúncia se, pelo que consta, foi endereçada ao Ministério Público?

Acredito que a Corregedoria do Ministério Público terá que checar como essas informações privilegiadas chegaram aos envolvidos. Agora vamos apurar os fatos, e pedir esclarecimentos.

 Espero que não fique tal situação igual à investigação sobre quem publicou as informações dos cidadãos com COVID, pois, pelo que sei ninguém é o autor da façanha. E ninguém, repito, ninguém foi punido! É o que sei!

Valorizar o ser humano. Algo raro nos dias de hoje!

Quando vivemos em ilhas isoladas esquecemos pequenos hábitos, como talvez desejar um feliz dia para o seu próximo.

Talvez, nos dias de hoje, a vida seja algo tão significativo que NÃO PRECISAMOS DE PEDRAS, mas sim de PESSOAS DE BEM que valorizem o próximo e deem esperança à VIDA.

Hoje mais do que ontem, vivemos anestesiados pelas mortes e pelas catástrofes. Mas até quando isso não nos atingirá?

Posso dizer a vocês que minha impressão é que Deus nos deu um alerta para que vivamos em reflexão sobre nossos atos, e sejamos múltiplos. Porque não dizer sejamos plurais e não singulares.

Significa dizer que a coletividade pode mandar e tomar os rumos e as rédeas de seu meio, de seu mundo, de seu canto, de sua vida.

Independentemente de ideologia política, devemos ter valores, princípios e desejos sólidos de transformar o mundo para atender os mais necessitados.

Não podemos estar satisfeitos com mortes em grande escala, quer sejam, de DENGUE, COVID, DROGAS, ou por CRIMES BÁRBAROS que acontecem em nossa cidade.

Devemos sempre questionar se o que fazemos é o correto. Devemos sempre questionar se nossos corações estão sendo iludidos e se o ser humano está sendo alvo, mais uma vez, de uma falsidade para se alcançar propósitos geralmente criminosos.

Não devemos temer por opinar e divergir. Devemos ter respeito, acima de tudo, aos homens e mulheres que construíram nossa cidade, com o suor, lágrimas e sangue.

Pessoas, muitas vezes anônimas que deixaram seu legado de amor a uma cidade que já foi expoente, como a nossa. Uma cidade que estava entre as 10 maiores do estado e que hoje precisa debater seu rumo.

O debate é sadio e é necessário. E somente os ditadores não permitem que se promova um debate para o convencimento dos cidadãos.

Espero que com as eleições futuras tenhamos condições de debater os rumos de nossa cidade, com os candidatos à Prefeito e vice-prefeito, no mínimo. Isso é democracia.

Boa semana a todos!