Buscando a melhoria da qualidade de vida, através de abastecimento de água de melhor qualidade, mais duas nascentes receberam proteção através do Projeto Água Limpa. Dessa vez, as nascentes beneficiadas são as que dão origem ao lago do Parque dos Pássaros. Primeiramente, foi realizada uma limpeza geral das nascentes, visando retirar possíveis impurezas (etapa realizada pelo agricultor). Em seguida, foram depositadas em toda a área das nascentes pedras irregulares (pedra ferro, sem fundo amarelo), visando realizar o processo de filtragem física da água. Na sequência, fez-se a colocação dos canos ladrões, de abastecimento das caixas d’água. Por fim, foram lacradas as nascentes com uma mistura de solo com cimento (três partes de solo para uma parte de cimento). 
A proteção foi executada pelo extensionista e professor dr. Ricardo Augusto da Silva, contando também com a presença da equipe da Secretaria Municipal da Agricultura, Serviços Públicos e Meio Ambiente (Seaspma) – engenheira agrônoma Vicky Vergara, estagiário Luiz Fernando, geógrafo Jacídio Silva e técnico em agropecuária Elias – além do presidente do Conselho de Defesa do Meio Ambiente, Carlos Souza, e do diretor fundador da Fortmag, Daniel Souza.
O projeto Água Limpa em Arapongas é executado pelo IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná Iapar – Emater), em parceria com a Prefeitura de Arapongas, através da Seaspma, Sanepar e Unopar, e conta com o apoio do Conselho de Defesa do Meio Ambiente (Condema), Clubes de Serviço (Rotary e Lions), Integradoras Seara e Granjeiro, Fortmag e agricultores.   
Na primeira etapa, a meta estabelecida foi da proteção de 15 nascentes utilizando a tecnologia solo-cimento. “Já foram feitas até o momento 10 nascentes, resultando em melhoria da qualidade de vida por meio de fornecimento de água em quantidade e qualidade adequadas”, frisa Ricardo Augusto da Silva.