Com ações especializadas na área da saúde, profissionais do setor têm passado por capacitações. Entre o destaque está o aperfeiçoamento relacionado ao tratamento de pacientes com arma grave em Arapongas. Na última semana, o enfermeiro Maicon Depieri e a fisioterapeuta, Larissa Caruzo, passaram por mais uma capacitação.  Dessa vez, com a Professora Doutora em Fisioterapia, Evelim LFD Gomes –  membro da ASBAG (Associação Brasileira de Asma Grave). Há três meses, o servidor Depieri se capacitou junto à Equipe Técnica da NOVARTZ – Laboratório para fazer a aplicação do medicamento subcutâneo XOLAIR (que controla o desencadeamento de crises de falta de ar) na Unidade de Saúde de Aragongas. Ele explica a importância de se aprofundar em conhecimentos no setor da saúde. “ A Secretaria Municipal Saúde tem dado suporte para que os servidores se capacitem e tragam mais humanização e qualidade no atendimento aos pacientes do SUS”, afirma.

Paciente – O pequeno Cauê de 11 anos é um paciente considerado Step 5 do Protocolo GINA, e utiliza 11 medicações inalatórias e orais diariamente para controle da asma grave. Ele que tem falta de ar aos mínimos esforços é acompanhado pela Secretaria de Saúde de Arapongas, e Hospital das Clínicas de Curitiba. Sua mãe, Vanessa, faz o tratamento à risca, monitorando e acionando o serviço de saúde do município sempre que necessita. Ainda assim, o Cauê é dependente de oxigênio há 6 anos. Vale destacar que o uso de oxigênio compromete seu desempenho escolar, social e ainda sua qualidade de vida.  Diante do caso, a proposta da Secretaria Municipal de Saúde é buscar informações e adquirir conhecimento para tratamento do Cauê, ou de qualquer outro paciente que demande dos mesmos cuidados, em busca de uma reabilitação global que envolve a parte respiratória e física do paciente. “ A partir dessa experiência, o município espera poder beneficiar outros pacientes com diagnóstico de Asma Grave que precisam de acompanhamento respiratório e medicamentoso”, finaliza Depieri.