O presidente da Câmara de Vereadores de Arapongas, Osvaldo Alves dos Santos, o Osvaldinho (PSC), preso na última sexta-feira (18), pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), permanece preso em Londrina. Ele é acusado de praticar ilícitos envolvendo jogos de azar – ‘jogo do bicho’ na cidade.

O advogado que defende Osvaldinho, Marcos Prochet, afirmou que a defesa está trabalhando no pedido de relaxamento da prisão. “Estamos trabalhando nesse pedido e temos expectativa de conseguir, ainda essa semana. O que nos prejudica são os feriados desta semana, porque fica tudo parado. Reitero que essa prisão, da maneira como foi feita, é arbitrária e ilegal”, pontuou o advogado.

O Ministério Público do Paraná (MP-PR), determinou a prisão do presidente da Câmara de Arapongas por entender que ele continuou com práticas ilícitas, mesmo depois da investigação contra ele ter começado. O MP afirma também que ele tentava atrapalhar as investigações. Fonte: Tn On Line