Nesta quarta-feira (10), o prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre, esteve reunido com a chefe Núcleo Regional de Educação (NRE) – sede Apucarana, Cristiane Cesaria Pablos Rosseti, com o promotor da 2ª Promotoria de Justiça de Arapongas, Dr. Marcos Vinícius Pesenti, e com as conselheiras tutelares de Arapongas, Eliane Girassol e Cristiane Sanches Candreva. Em pauta, o pedido de apoio do NRE no incentivo aos alunos da rede estadual de ensino de Arapongas para que participem das aulas não presenciais oferecidas pelo governo do Paraná, durante a pandemia do coronavírus (Covid-19). 
Conforme Rosseti, dos 16 municípios que integram o Núcleo Regional de Apucarana, a cidade de Arapongas é a que mais contém estudantes: ao todo,10.121.  Desse total, 1.205 alunos não estão praticando as aulas em casa através dos meios disponíveis, como material impresso retirado nos colégios; canal do Youtube; TV Paraná com aulas em canais abertos e Classroom – aulas virtuais. “O estado oferta esses meios para alcançar todos os alunos do Paraná, com as aulas em casa nesse momento de pandemia, em que as aulas presenciais estão suspensas. Para os alunos que não têm acesso a internet, existem outras opções, como as lições impressas ou aulas na TV. Em todos os métodos têm como acompanhar e monitorar a participação dos alunos. Em Arapongas, 1.205 não estão participando”, afirma a chefe. “Queremos o apoio de todos nesse momento. É importante lembrar que não estamos de férias e que o não cumprimento das atividades e acompanhamento das aulas pode gerar a reprovação do aluno”, acrescenta.
Cristiane Rosseti acrescenta que tanto os colégios estaduais quanto o NRE estão à disposição em caso de dúvidas e para ajudar em outras dificuldades. Durante a reunião, Sérgio Onofre garantiu apoio no chamamento para os alunos da rede estadual, que não têm acompanhado as aulas não presenciais. “Pedimos aos pais e para esses alunos que procurem se informar e estejam atentos a essas questões para que os alunos não deixem de cumprir com o que foi estabelecido. Sabemos que esse é um momento difícil, mas temos que nos adaptar. Procurem os colégios, entrem em contato com os professores e equipe pedagógica que estão prestando todo o auxílio neste momento. De uma maneira diferente, o ano letivo tem continuado e é importante que todos estejamos alinhados”, disse o prefeito.
O promotor Marcos Vinícius Pesenti afirma que os pais, alunos e instituições de ensino devem se unir, zelando pela educação dos estudantes. “É importante a soma de esforços. Os pais não podem descuidar nesse momento. Estamos juntamente com o Núcleo de Educação-Apucarana, Conselho Tutelar e Prefeitura atentos a essa questão. Neste caso, o descumprimento das aulas em casa pode gerar ações judiciais aos pais ou responsáveis pelos alunos”, adverte.