Na manhã desta sexta-feira, 07, o prefeito Sérgio Onofre e o secretário de Indústria e Comércio (Semic), Nilson Violato, receberam mais sete representantes de empresas para as assinaturas dos contratos referentes ao loteamento do Parque Industrial Francisco Marcos Pennacchi –  a ser instalado nas imediações do Expoara. O processo de liberação dos lotes foi dividido em três fases (sendo a primeira delas em julho de 2020; a segunda em fevereiro de 2021; e essa terceira agora em maio). Ao todo, 39 terrenos foram vendidos através de licitação, para 27 empresas compradoras.

Segundo Violato, foi um passo importante para a economia e o desenvolvimento do município. “Demos início nesse projeto em maio do ano passado e muito nos surpreenderam os resultados positivos. O interesse desses empresários foi além do que esperávamos. Diante disso, o nosso novo Parque Industrial Francisco Marcos Pennacchi vai gerar, de início, 1.220 novos empregos. É bom para o município e bom para esses empresários. Queremos agradecer a todos os envolvidos nesse processo e desejar sucesso para todos”, disse. O valor total das vendas realizadas na ocupação do novo Parque Industrial foi de R$ 8.919.460,08 – que serão investidos no local. Segundo a Semic, a previsão de faturamento das empresas após a implementação é de R$ 377.164.597 ao ano.

O prefeito Sérgio Onofre também destacou que a criação do novo parque foi uma maneira positiva de aproveitar aquele grande espaço, dando oportunidade às pequenas empresas. “Assim, valorizamos ainda mais o nosso novo Parque Industrial, que vai contar também com o nosso IFPR, Campus Arapongas, além da construção de casas populares. A administração tem executado políticas públicas pensando no empresário e também no trabalhador. Vocês estão contribuindo para a geração de renda e boa economia ao município. Estão auxiliando na construção de uma Arapongas inovadora, num trabalho conjunto conosco”, ressaltou.

As empresas a ocuparem o novo Parque Industrial Francisco Marcos Pennacchi são em segmentos distintos, como atacadistas; fornecedores de matéria prima; operações orgânicas; móveis; serralheria; energia solar, entre outros.

Acompanharam também o ato os vereadores Marilsa Staub Vendrametto, Rosemary Soares Gomes Farias e Rodrigo Cesar de Almeida de Deus.