No último sábado (19), Mariana Franklin, de 14 anos, morreu vítima de coronavírus, em Presidente Prudente, São Paulo. A jovem nadadora estava internada desde o dia 17 de dezembro no Hospital Dr. Domingos Leonardo Cerávolo. No começo do mês disputou um campeonato após ter positivado para a doença. Porém, segundo a família, a atleta tinha sido liberada para voltar aos treinamentos. 

Segundo a Federação Aquática Paulista (AFP), a informação é verdadeira. Em nota, a organização comunicou que a adolescente chegou à participar de três provas em uma competição nos dias 9 e 10 de dezembro. Entretanto, na semana seguinte, já tendo sintomas da Covid-19, não conseguiu participar do ‘Paulistão’. 

Confira a íntegra: 

“É com imenso pesar que a Federação Aquática Paulista comunica o falecimento de Mariana Franklin Ferreira Silva, atleta de 14 anos da Apan Prudente, por complicações da Covid-19.

Mariana participou do Campeonato Nacional Virtual de Integração, em Santos, nos dias 9 e 10 de dezembro. Sua equipe esteve presente no Paulistão FAP, em Bauru, nos dias 16 a 19 de dezembro. Todas as medidas de segurança foram tomadas e constantemente relembradas, orientadas e cobradas pela FAP em ambas as competições. Contudo, caso sinta algum sintoma, procure o serviço médico e informe a FAP, conforme Protocolo de Retorno:

‘Em casos confirmados de COVID-19 em até 14 dias após a realização do evento, é obrigatório informar à FAP, e a todos que tiveram contato com o participante infectado, para que todos os cuidados necessários à saúde sejam providenciados“.