Nesta quarta-feira (4), uma mulher foi encontrada morta próxima a uma estrada, em Quatro Barras, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). De acordo com a Polícia Civil (PC), a vítima foi identificada como Maria Helena, de 22 anos, que estava desaparecida desde o dia 12 de janeiro.

A vítima tinha um filho de 5 anos e trabalhava em um shopping center.

Conforme as autoridades, o principal suspeito do crime era o namorado de Maria. O indivíduo confessou o crime e, logo após, começou as buscas pelo corpo de Helena. 

O corpo da vítima foi encontrado após cinco horas de buscas. O suspeito relatou que escondeu o corpo da mulher com o auxílio do irmão dele. 

“Alegou que seria em legítima defesa, que ela teria brigado com ele e, tentando contê-la, deu uma gravata, um mata-leão nela, assim ela faleceu. Contou também que, na sequência, eles retiraram o corpo exatamente como está nos autos, a hipótese que trabalhamos foi confirmada com a declaração dele. Falou que ele e o irmão dele retiraram o corpo e desovaram o corpo em um outro local”, disse o delegado Fábio Machado.

Segundo o delegado, o namorado deve responder por feminicídio, homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Na terça-feira (2), a família de Maria Helena realizou um protesto em frente a casa do namorado suspeito. Um automóvel foi incendiado.