A Guarda Municipal (GM) de Arapongas apreendeu 32,150 kg de maconha na tarde de ontem (3). Um homem foi preso. O suspeito tentou repassar um nome falso e confessou que iria arremessar carregadores de celulares em uma carceragem de Londrina.

A equipe GAT informou que durante patrulhamento na rua Pauxi, na região da Vila São José, em um local já conhecido no meio policial, flagrou um homem em atitude suspeita e ele foi abordado. 

Conforme a GM, o suspeito disse que morava na casa em frente da abordagem, porém, a moradora da residência disse que ele vivia no imóvel ao lado.

Como ele não portava documentos, segundo a equipe, foi levado até a casa dele. Já em cima de uma mesa no corredor da residência, foi encontrado 33 gramas de maconha, duas embalagens contendo a substância “caiçara” pesando 40 gramas e sete carregadores de celulares embrulhado em fita adesiva. O suspeito confessou que arremessaria para dentro da carceragem de Londrina.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O suspeito tentou repassar um nome falso, mas ele mesmo contou que fez isso pois estava com um mandado de prisão em aberto. Durante buscas, em uma gaveta da cozinha foi localizado um tablete de maconha, pesando aproximadamente 810 gramas e uma balança em cima do armário.

Já no quarto da residência, dentro do guarda- roupas, a equipe GAT encontrou mais 41 tabletes da mesma substância, totalizando 32,150 kg  da droga.  A GM ainda localizou um caderno com anotações da venda de drogas e quatro passaportes em nome de outras pessoas.

Diante do flagrante, o homem foi preso e toda maconha apreendida.