Os colégios estaduais promovem nesta sexta-feira (30) a terceira distribuição de alimentos deste ano para as famílias vulneráveis da comunidade escolar. Ao contrário das primeiras duas entregas, quando foram distribuídos parte dos itens não perecíveis dos estoques das escolas junto com produtos da agricultura familiar, esta distribuição será com kits específicos, além dos itens do campo.

São 222.731 kits adquiridos pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar) compostos por 2 quilos de arroz, 1 quilo de feijão, 1 quilo de macarrão, 1 quilo de fubá, 1 quilo de açúcar e 1 litro de óleo de soja às famílias de estudantes regularmente matriculados nos colégios da Rede Estadual de Ensino e inscritas no CadÚnico.

Além do kit, a entrega terá frutas, legumes e hortaliças frescas da agricultura familiar, que variam de acordo com a região e a localidade das escolas.

Parte dos produtores entregam leite, panificados e ovos, por exemplo. Ao todo são 1,53 mil toneladas dos kits e 803 toneladas do campo nesta entrega, um investimento total de quase R$ 12 milhões (R$ 7.326.843,06 dos kits e R$ 4.405.168,16 da agricultura).

QUEM PODE RECEBER — Os beneficiários são os inscritos no CadÚnico. Neste ano a entrega é de um kit por família e não de um kit por estudante, como foi em 2020. Pode acontecer de o inscrito no CadÚnico estar fora da lista dos beneficiários, caso os dados cadastrados estejam diferentes dos que constam no SERE (Sistema Estadual de Registro Escolar), como o nome, data de nascimento ou CPF. Outro exemplo é o caso de cadastros novos: se a inscrição no Cadastro Único do governo federal é recente o nome pode não constar na lista atual.

O representante da família só poderá fazer a retirada na escola onde o aluno está matriculado e futuras entregas estão condicionadas à continuidade da suspensão de aulas presenciais.