O prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre, recebeu nesta quinta-feira (30) representantes de seis empresas do município para a assinatura dos contratos referentes à primeira fase do loteamento do Parque Industrial Francisco Marcos Pennacchi. De acordo com a Secretaria Municipal de Indústria e Comércio (Semic), as empresas Móveis Arapongas, Revest Norte Molduras Importação e Exportação, R.M Móveis e Estofados, Maqreal Comércio e Representações de Máquinas, Star Indústria e Comércio de Móveis e Isabel Nabarro Móveis foram contempladas na aquisição de terrenos através da Concorrência Pública nº 004.  “Esses contratos representam a primeira etapa da abertura do novo parque industrial. Juntas, essas seis empresas vão contribuir na geração de 500 empregos diretos e com um faturamento estimado em R$ 90 milhões ao ano”, afirma o prefeito Sérgio Onofre. As empresas têm o prazo de 90 dias para encaminhar o Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica.
O secretário Nilson Violato, da Semic, explica ainda que dentro das atividades estruturais da Pasta foi construído o projeto Desenvolve Arapongas. “Essa parte estrutural, de vocacionamento industrial, começa exatamente com o Parque Industrial Francisco Marcos Pennacchi e outros que virão durante esse processo”, enfatiza. Em uma segunda etapa, prevista para agosto, será feito o lançamento de nova fase de licitação para que empresas possam adquirir terrenos neste novo parque industrial. Ao todo, 32 terrenos serão licitados.
Para o prefeito, os eixos fundamentais para o desenvolvimento econômico do munícipio estão sendo colocados em prática, mesmo em um período difícil, com a pandemia do coronavírus. “A ideia é nos adaptarmos e buscar avanços. Junto à Semic, temos priorizado essa vocação industrial do município e também apostado na inovação, negócios e tecnologia, marco legal, gestão pública e indicadores de desenvolvimento. Isso tudo buscando também a valorização dos microempreendedores, bem como das grandes indústrias”, afirmou Onofre.
DESTAQUE REGIONAL
De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o município de Arapongas é destaque regional pelo saldo positivo nas contratações realizadas em junho. Foram gerados 593 postos de trabalho. O setor que mais contratou foi o da indústria. No mesmo período, Apucarana teve saldo de 32 empregos gerados, seguida por Jandaia do Sul, com 22, Faxinal, com 5 e Ivaiporã, com -10. Arapongas também é destaque quando se leva em conta a Região Metropolitana de Londrina (RML). Das cinco cidades que compõem a RML, Arapongas teve o melhor desempenho, enquanto Londrina teve o pior, com saldo negativo de 409 postos de trabalho.