Uma criança, de dois anos, com sinais de estupro apontou o avô como o autor da violência sexual. O caso chegou ao conhecimento da Polícia Militar (PM), na noite de terça-feira (13), após a equipe ser acionada pelo hospital onde a menina foi atendida. 

De acordo com informações divulgadas no boletim de ocorrência da PM, uma médica do Hospital Materno Infantil acionou o Conselho Tutelar e a ´polícia após atender uma criança com sinais de estupro. A mãe da menina e a avó materna relataram que a criança passou o feriado com os avós paternos e quando retornou para casa passou a relatar dores no órgão genital. A mãe perguntou para criança o que havia acontecido e ela disse que o “avô havia mexido”. O relato teria sido gravado no celular. 

A mãe e a avó materna da menina foram encaminhadas à 17ª Subdivisão Policial (SDP) para registrar a denúncia. A Polícia Civil investigará o caso.