Os bombeiros do Paraná estão no combate as queimadas no Pantanal para combater o fogo. Foi preciso reforço de várias partes do país. E uma força-tarefa do Paraná, que reúne 39 bombeiros foi criada.

Eles estão trabalhando em duas frentes no Mato Grosso do Sul. Uma delas é comandada por uma bombeira de Maringá, a tenente Luisiana Cavalca. Ela está em Corumbá, na Serra do Amolar.

A tenente deixou em Maringá marido e filhos para participar da força-tarefa, e vai continuar trabalhando para conter a destruição que em muitos casos, poderia ter sido evitada.

Sem saber quando volta para casa, com uma rotina cansativa, eles ainda enfrentam o desgaste de presenciar o sofrimento dos animais. Falta de chuva em vários locais, o incêndio ainda não foi controlado. “O principal, para controlar essa área de fogo, é chuva. O que acontece é que não está chovendo, essa é a dificuldade maior aqui. Então, quando chover, com certeza todos os incêndios serão controlados”, afirmou a tenente.

Informações G1