A Polícia Civil informou nesta segunda-feira (26), que o empresário Paulo Cupertino Matias, assassino do ator Rafael Miguel, da novela Chiquititas, do SBT, e dos pais do rapaz, fez um documento falso em Jataizinho, no Norte do Paraná.

A Polícia Civil informou nesta segunda-feira (26), que o empresário Paulo Cupertino Matias, assassino do ator Rafael Miguel, da novela Chiquititas, do SBT, e dos pais do rapaz, fez um documento falso em Jataizinho, no Norte do Paraná

Foto: Polícia Civil 

 O acusado teria ido pessoalmente a um posto do instituto de identificação do Paraná, tirou foto no local, cedeu as digitais e saiu com uma nova identidade. 

Paulo usou o nome Manoel Machado da Silva no novo documento. Na foto, ele aparece com o cabelo curto, penteado pra trás, além ter deixado a barba crescer. 

Na carteira de identidade, Manoel Machado da Silva é filho de Carlos Pereira da Silva e Maria Gomes Machado da Silva. O número do CPF informado também não é o dele.

O delegado Bruno Tessari, responsável pelo caso, pediu a prisão preventiva de Cupertino no dia 3 de junho de 2020, após dois amigos do suspeito terem sido interrogados e contarem como ajudaram o homem a fugir de São Paulo depois do assassinato.

Cupertino foi denunciado por homicídio triplamente qualificado e os dois amigos também respondem por favorecimento pessoal. Ele ainda está na lista de procurados pela Interpol e continua foragido.

As informações são da RICMais